Ville du Vin
Você está lendo

Carménère: a uva perdida que foi reencontrada

0
Curiosidades

Carménère: a uva perdida que foi reencontrada

Se você busca os melhores exemplares de uva, certamente já se deparou com a Carménère (carmim, em português). Ela é capaz de produzir vinhos muito interessantes e aromáticos, guardando características únicas. A história dessa uva também é surpreendente. Originária da região de Bordeaux, na França, ela já era muito usada nos blends dos famosos vinhos da região, muito antes das famosas Cabernet Sauvignon e da Merlot. Mas por volta de 1870, uma praga assolou as videiras, devastou vinhedos inteiros e a Carménère foi dada como extinta.

Mais de cem anos depois de acharem que nunca mais haveria vinhos feitos com essa uva, eis que ela ressurge, do outro lado do Oceano Atlântico, no Chile. Sua descoberta se deu por acidente, em 1994. Acredita-se que ela tenha sido trazida por imigrantes franceses e plantada junto à Merlot. Agora, o Chile é sua nova casa. Adaptou-se às condições favoráveis do país, está resistente às pragas e é uma uva muito emblemática do país.

A história da uva perdida que foi encontrada é tão marcante, que ela ganhou uma data especial: Carménère Day, 24 de novembro. Marcantes também são os vinhos produzidos com essa variedade: são frutados e adocicados, com acidez média e bem encorpados. Alguns até consideram um meio-termo entre os vinhos produzidos com Merlot e Cabernet Sauvignon. São vinhos mais potentes, com excelente potencial de guarda. Na boca, entregam sabores aveludados, sedosos e marcantes e, se envelhecidos em barris de carvalhos, notas de chocolate, baunilha e tabaco.

Os vinhos da uva Carménère são mais ácidos, por isso, harmonizam bem com pratos amargos e salgados, como carnes salgadas, queijos, azeitonas, saladas, mas não com outros elementos ácidos, como molho de tomate.

Vinhos Carmènére

Abaixo listamos alguns exemplos de vinhos Carmèné muito conhecidos e com excelente custo-benefício:

Sunrise
Concha y Toro

Complemento ideal
para pratos experientes.

Teor alcóolico: 13% álcool
Tipo: Seco
Uvas: Cabernet Sauvignon

Reservado
Santiago

Harmoniza com
massas e queijos variados.

Teor alcoólico: 13%
Tipo: Fino Seco
Uvas: Merlot

Finca Negra
Miguel Torres

Acompanha bem com churrasco e massas com molhos vermelhos.

Teor alcóolico: 13,5% álcool
Tipo:
Seco
Uvas:
Carménère

Gostou da história da Carmènére e gostaria de provar alguns vinhos desta casta? Eles estão disponíveis através de nossos canais de venda. Entre em contato com nossos consultores!

Siga-nos!